Existe apenas uma maneira eficiente de recrutar?

Atrair talentos deve ser encarado como investimento.

Muita coisa mudou em nossas vidas com o advento da internet, das redes sociais. Não deixamos de ter os mesmos desejos que tínhamos, mas a maneira de interagir com o mundo mudou.

A sociedade passou a se organizar de maneira diferente para muitas coisas, inclusive com relação à busca de oportunidades profissionais. As informações e condições para acessá-las estão disponíveis a um grupo muito maior de pessoas. E isso cresce a cada dia.
Mas uma coisa não mudou: a vontade das pessoas de buscar uma melhor oportunidade, crescer profissionalmente e ser reconhecido em seu setor de atividade.
Por esta razão, o mercado de recrutamento debate o tema de maneira constante. A Rede Social é suficiente para a execução de um processo seletivo eficiente? Devo internalizar ou terceirizar os processos?
Muitas companhias discutem o tema. Qual a maneira ideal para recrutar? Nesta equação surgem diversas variáveis como imagem corporativa, valores, canais, e, principalmente, custo.
Aliás, em minha opinião, atração de talentos é injustamente chamado de custo. Dado que o capital intelectual é escasso e um dos grandes diferenciais corporativos do século XXI, me parece óbvio chamar este esforço de investimento.

De qualquer forma, existem diversas correntes quando o assunto é recrutamento. Aqui, vamos mostrar 3 principais condutas no mercado, suas vantagens e desvantagens:

Internalizar 100% do processo. A vantagem deste método é manter a proximidade com todas as ferramentas para executar o processo, o mais alinhado possível aos valores e cultura corporativa. A desvantagem é fazer com que muito do tempo destes preciosos recursos seja dedicado ao tema operacional do recrutamento e acabem por deixar em segundo plano os temas como desenvolvimento, retenção, para dedicar-se ao operacional da atração e recrutamento. Além disso, a empresa acaba por fazer uma abordagem muito generalista sobre os candidatos, o que pode tornar o processo superficial.

Buscar apoio de uma rede social para buscas. A vantagem pode estar em reduzir de maneira tímida os custos de atração, além de gerar um bom retorno pontual de marca, em momentos de pico de seleção. As desvantagens estão na dificuldade de manejar uma grande base de candidatos, com suas expectativas e anseios. E muitas vezes totalmente desalinhada à vaga, fruto do grande volume de pessoas que uma rede social pode atrair. Isso faz com que a estrutura interna tenha que aumentar para administrar o fluxo de pessoas e buscar defender o employer branding, que passa a ser ameaçado. Isso também acaba por anular a economia inicial, além de colocar a imagem corporativa em risco;

Buscar o apoio de uma consultoria especializada. Esta modalidade, aparentemente mais cara, pelo fato de executar praticamente todo o processo, busca fazer com que a empresa contratante seja resguardada através de uma consultoria especializada. A vantagem deste resguardo está em proteger a marca da companhia e reduzir a carga da companhia em administrar diretamente a massa completa de candidatos. Além disso, a consultoria conduz a integralidade da logística de entrevistas, oferece uma lista de candidatos finalistas prontos para a etapa final e checa suas referências, de acordo com o estipulado pela empresa cliente. Além disso, existe a garantia de reposição do profissional e checagem de referências. No final, o investimento será bastante vantajoso. A possível desvantagem fica por conta do critério mais restrito na seleção, que por um lado trará os profissionais preparados e mais adequados a assumir os novos desafios, porém pode se tornar um pouco mais lento, pelo fato da maior quantidade de etapas e validações dos perfis. Além desta, a eventual insatisfação de colaboradores da companhia, que não tiveram a possibilidade de participar do processo seletivo precisa ser observada.

Em suma, a empresa pode adotar diversas maneiras de recrutar. O ideal sempre é equilibrar as formas. Ter uma estrutura interna eficiente é importante, associado a uma boa e idônea consultoria de recrutamento. Uma parceria de comunicação clara e transparente, fará com que seus processos sejam mais eficientes e seus candidatos reconheçam o respeito no relacionamento desenvolvido durante o processo.
Assim, o custo de atração de bons profissionais será efetivamente reconhecido como investimento, da maneira que deve ser.

Sergio Sabino é Diretor de Marketing da PageGroup para a América Latina.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s